© 2023 by Marketing Solutions. Proudly created with Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
Buscar
  • Comunicar-se

"O CONTEÚDO É REI": 6 REGRAS BÁSICAS PARA CRIAR UM BOM CONTEÚDO


No primeiro artigo de 2017 – e porque hoje é Dia de Reis – a COMUNICAR-se decidiu explorar a expressão “Content is King” (O Conteúdo é Rei). É uma das frases mais ouvidas no mundo do Marketing e da Comunicação Empresarial, principalmente no âmbito do marketing digital.

Afinal, o que significa: “O conteúdo é Rei”?

Em meados dos anos 90, Bill Gates produziu um artigo denominado “Content is King”. “O conteúdo é rei” significa que a forma de se comunicar com o cliente e de fazer marketing actualmente mudou. Há pouco mais de 5 anos, as pessoas quando queriam comprar um produto ou serviço contactavam as empresas que conheciam para lá ir comprar. Hoje, o cliente ou futuro cliente antes de comprar algo, vai à Internet e pesquisa pelo que necessita. Geralmente, quando encontra informação confiável e que possa ajudá-lo, consome também outros conteúdos e acaba por seguir a empresa, marca ou serviço que produziu aquele conteúdo, estreitando-se, deste modo, o relacionamento entre ambos. Vamos então, enumerar 6 regras básicas que devemos ter sempre em conta quando criamos conteúdo para partilhar com clientes e potenciais clientes.

#1 – Cliente procura o que precisa

Hoje em dia, são os clientes que tomam a iniciativa de consultar o nosso website, blog ou rede social com um problema concreto e há procura de uma solução, por isso, antes de pensarmos no que queremos alcançar e como lhe podemos vender o nosso produto ou serviço, devemos pensar primeiro em como o podemos ajudar a resolver a situação que o fez chegar até nós.

#2 – Visão real

Para que consigamos responder à questão ou resolver o problema do cliente precisamos de escrever claramente acerca de assuntos com os quais ele tem dificuldades, e para isso precisamos de uma visão real. O primeiro passo é falar com a equipa de vendas ou equipa técnica, mas mais importante, é ouvir e falar com os clientes e tentar perceber que soluções concretas eles precisam.

#3 – Linguagem simples

O cliente não é estúpido, nem nós somos mais inteligentes do que o nosso cliente. A verdade é que o cliente não tem tempo para tentar perceber expressões técnicas complexas. A informação pouco clara, concreta e concisa acaba por reduzir a atenção do cliente e, consequentemente, a nossa oportunidade de negócio. Usar uma linguagem simples e assertiva é fundamental.

#4 – Proximidade

Frases e parágrafos curtos resultam melhor. Evitar palavras complicadas e linguagem muito genérica. O trabalho de um criador de conteúdo é destruir clichés e cativar a atenção do cliente, persuadir e emocionar! Uma comunicação directa e próxima fortifica e fideliza qualquer relacionamento.

#5 – Valor imediato

O cliente deve terminar de ler o conteúdo e conseguir colocar imediatamente em prática a informação que lhe foi dada. Comunicar para acrescentar valor é o segredo.

#6 – Faça conteúdo de que se orgulhe!

Não se acomode ao que toda a gente faz, nem desista se encontrar um obstáculo ou falta de inspiração. Devemos esforçarmo-nos por criar, sempre, conteúdo de valor e de qualidade, do qual nos orgulhemos. Escrever é um desafio, mas é a comunicar que as pessoas se entendem. Insista numa comunicação positiva, assertiva e próxima. Afinal, o conteúdo é REI em qualquer negócio.

#contentisking

63 visualizações